domingo, 4 de dezembro de 2016

Crítica do filme: 'I am a Hero'

A luta pela sobrevivência é uma questão de persistência. Mais um filme lançado em cima do universo Zumbi explorado massivamente por projetos ao longos dos últimos ano e muito por conta do sucesso em escala global do seriado Walking Dead, I am a Hero possui suas diferenças em relação a outros, busca uma certa sintonia entre o não infectado e uma semi-infectada, além de buscar referências novas no sentido de herói e anti-herói.  Protagonizado pelo carismático ator Yô Ôizumi, o filme promete agradar muito quem curte mangás e filmes do gênero.

Na trama, conhecemos Hideo Suzuki (Yô Ôizumi), um desenhista de mangás, classe média baixa que vem enfrentando problemas financeiros e nunca consegue ser reconhecido e alcançar seu maior sonho que é ter um mangá de própria autoria lançado. Certo dia, após passar a noite vagando pela cidade já que fora expulso de casa pela namorada, percebe que a cidade onde vive entrou em colapso por conta de uma infecção generalizada que atingiu grande parte da cidade, transformando os infectados em zumbis com consciência apenas de um curto passado que viveram. Lutando contra o caos na humanidade, Hideo precisará fugir da covardia que o persegue e enfrentar o mundo caso queira sobreviver.

I am a Hero é uma grande experiência nerd cinéfila. Seu universo apresenta referência a ótimos filmes de ação, além de pinceladas em inteligentes doses de analogias com os mangás. Nosso herói é um atrapalhado e medroso desenhista que busca a todo instante, e com sonhos repentinos a La Walter Mitty, salvar o planeta mas não consegue realizar determinadas ações. Mesmo tendo em seu porte um poderoso rifle, o protagonista busca mesmo, com o passar das fases (às vezes parece que estamos em um vídeo game) uma luz em seu emocional para lidar com tanta informação ao mesmo tempo.

Um detalhe muito interessante é a forma como cada infectado reage ao vírus, tem casos hilários que vão de referência ao filme O Exorcista até atletas do salto em altura. A maquiagem também é algo de deixar muito queixo caído, praticamente tudo em relação a parte técnica é praticamente impecável.


I am a Hero é um grande achado para quem curte um bom filme. Tem ação, humor e emoção na medida certa para nossa diversão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário